Girlene Lima Portela | LinkedIn Acompanhe no Twitter Curta no Facebook Visualize no Flickr Assista no YouTube
 Artigos
1 2 3 4 5 6 7 Próxima >>

O estudo das cores e suas estratégias na propaganda

15/06/2011 - Mateu Gomez

A cor sempre atrai e causa no ser humano predileção por determinadas tonalidades de acordo com fatores emocionais, de personalidade e de influências sócio-culturais do indivíduo. Ela é um elemento sugestivo e proporciona grande prazer aos olhos, fazendo parte de nossa vida, causando inúmeras emoções e sensações. A cor está, de fato, impregnada de informação, e é uma das mais fortes experiências visuais que temos em comum.   Toda cor, é uma construção coletiva de cunho social. Toda roupa, objeto de decoração ou carro colorido, transmite perceptivamente informações a respeito de quem os utiliza. O que define o significado de cada cor é a percepção do objeto que a traz, juntamente com a história deste objeto, e ao mesmo tempo o indivíduo que olha para ele e na cultura em que está inserido. Uma frase de Hobsbawm define justamente essa questão, onde afirma que “construímos nossas tradições, os nossos símbolos, inclusive os significados das cores.” O significado das cores, é sempre dinâmico, nunca estático.   Ao analisarmos a cor vermelha, em especial, a depender do contexto teremos vários significados. Durante a ditadura militar, essa cor era vista como associação ao comunismo, e quem a tivesse usando em suas roupas, era com certeza reprimida. Quando estamos ao volante, parados diante do semáforo, a cor vermelha ganha um outro sentido, que por sua vez envia uma mensagem para o motorista ter atenção e parar o seu veículo. Analisando a cor branca e preta, vemos outras curiosidades com relação à interpretação (leitura). O branco na civilização ocidental, tem o significado da paz e da harmonia. A mesma cor, diante um olhar oriental, irá representar o luto e a tristeza. Diferentemente da cor preta, que possui também os mesmos diferenciais interpretativos, quando se muda de uma cultura para outra.   O emprego das cores é diferente nas artes e na comunicação. No Marketing e em campanhas publicitárias por exemplo, a cor tem uma função bem definida e específica, ajudando assim na clareza da mensagem a ser transmitida, pois o público precisa entender com exatidão o que uma determinada campanha quer dizer. A escolha por cores saturadas ou neutras, farão parte das intenções visuais da campanha. Dependendo da situação, uma cor pode ser usada para proporcionar destaque em algum elemento, imagem ou informação veiculada. O uso de certas tonalidades servirá com o objetivo de realçar algum elemento gráfico ou textual de um projeto. O vermelho, por ser uma cor do sangue, tem o poder natural de provocar uma reação de atenção nos indivíduos. É bastante utilizado constantemente em campanhas que promovem a alimentação, pois desperta inconscientemente a fome.   Vamos agora conhecer as características de algumas cores:   -Cinza: elegância, humildade, respeito, reverência, sutileza. Indica discrição. Ideal para atitudes neutras e diplomáticas.   -Vermelho: paixão, força, energia, amor, velocidade, liderança, masculinidade, alegria (China), perigo, fogo, raiva, revolução, atenção. Esta é uma cor que aumenta a atenção, e é um estimulante. Indicada para uso em anúncios que sugerem calor e energia como esportes, academias, escolas de dança, negócios de bens e imóveis ou para a rede alimentícia como restaurantes, lanchonetes, etc.   -Laranja: energia, criatividade, equilíbrio, entusiasmo, ludismo. Indicada para as mesmas aplicações do vermelho, com resultados um mouco mais leves.    -Azul: harmonia, confidência, conservadorismo, austeridade, monotonia, dependência, tecnologia, liberdade. A cor azul é neutralizante nas inquietações do ser humano; acalma o indivíduo e seu sistema circulatório. Indicado em anúncios que caracterizem o frio. O azul claro é mais destinado para área artística, serviços e produtos de informática. Já o azul escuro passa a idéia de execução. Ideal para negócios, educação, serviços financeiros, negócios de alto investimento e que necessitem mostrar confiabilidade.   -Verde: natureza, primavera, fertilidade, juventude, desenvolvimento, riqueza, dinheiro (Estados Unidos), boa sorte, ciúmes, ganância. Oferece uma sensação de repouso. É uma cor indicada para anúncios que caracterizem o frio, azeites, produtos naturais, saúde, plantas, vegetais, produtos florais e higiene pessoal.   -Amarelo: concentração, otimismo, alegria, felicidade, idealismo, riqueza (ouro). É uma cor imprecisa, pode produzir dúvidas no indivíduo e tirar parte de sua atenção. Não é uma cor motivadora por excelência. Combinada com o preto pode ter um resultado eficaz e interessante. É geralmente indicada para anúncios que indiquem luz, e é desaconselhável seu uso em superfícies muito extensas.   -Dourado: passa a imagem de riqueza e segurança. Ideal para corretores, banqueiros, comerciantes e para serviços de alta qualidade e desenvolvimento pessoal.   -Pink: imagem feminina. Cor indicada para moda, cosméticos, produtos e serviços de buffet infantil.   -Magenta: luxúria, sofisticação, sensualidade, feminilidade, desejo.   -Violeta: espiritualidade, criatividade, realeza, sabedoria, resplandecência, dor. É uma cor que entristece o humano, portanto, não muito bem vista na criação publicitária. -Roxo: Acalma o sistema nervoso. Ideal para anúncios de artigos religiosos, em viaturas, acessórios funerários etc. Para dar a essa cor maior sensação de calor, deve-se acrescentar vermelho; de luminosidade, o amarelo; de calor, o laranja; de frio o azul; de arejado o verde.   -Branco: pureza, inocência, reverência, paz, simplicidade, esterilidade, rendição. Passa uma idéia de limpeza e é indicada mais para produtos do que para serviços.   -Preto: poder, modernidade, sofisticação, formalidade, morte, medo, anonimato, raiva, mistério. A cor preta passa uma imagem de autoridade e é ideal para serviços de produtos de segurança e proteção. Simboliza luxúria quando combinada com dourado e prata. Em campanhas com várias cores, tende a gerar frustração.   -Castanho: sólido, seguro, calmo, natureza, rústico, estabilidade, estagnação, peso, aspereza.   As campanhas publicitárias e as propagandas não são feitas por acaso. Empresas não investem escolhendo de forma aleatória as cores que serão utilizadas em uma determinada ação de vendas. Uma boa escolha pode ajudar a construir um negócio, pois, cada uma delas têm suas características sensoriais e emotivas. Cada tonalidade carrega consigo, aspectos psicológicos e culturais, sendo assim, as campanhas de Marketing e vendas, precisam estar atentas a esses fatores, pois, outras culturas podem ter diferentes significados e interpretações.

Deixe seu comentário
Visual CAPTCHA
 
 

LINGUAGENS

  • Concerto para Paixão e desatino: Romance de uma revolução brasileira

    Concerto para Paixão e desatino: Romance de uma revolução brasileira (Moacir...

    CONTINUE LENDO
  • No tempo das Borboletas (By Julia Alvarez)

    Narra, com riqueza de detalhes, o cotidiano de uma família e, principalmente das mulheres ...

    CONTINUE LENDO
Interaja Conosco
 
Convivência

Intolerância; Convivência, Lições.

Um video muito oportuno em tempos de intolerâncias.

Álbuns
® Girlene Portela - 2019. Todos os direitos reservados. Bahia - Brasil Desenvolvido por Otavio Nascimento