Girlene Lima Portela | LinkedIn Acompanhe no Twitter Curta no Facebook Visualize no Flickr Assista no YouTube
 Artigos
1 2 3 4 5 6 7 Próxima >>

Da academia para a sociedade: as sendas do texto acadêmico

31/05/2012 - Girlene Lima Portela

Da academia para a sociedade: as sendas do texto acadêmico[1]

 

Consultando a LDB: 

 

Artigo 43. A educação superior tem por finalidade:

 

IV - promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação;

 

VI - estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade;

 

VII  - promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica na instituição.

 

Tipos de conhecimento

 

Empírico: adquire-se no trato direto com as coisas e os seres humanos, as informações são assimiladas por tradição, experiências causais. É caracterizado pela aceitação passiva, sendo mais sujeito ao erro nas deduções e prognósticos;

 

Teológico: adquirido a partir da aceitação de axiomas da fé teológica, é fruto da revelação da divindade, por meio de indivíduos inspirados que apresentam respostas aos mistérios que permeiam a mente humana;

 

Filosófico: é uma busca partindo do material para o universal, exige um método racional, diferente do método experimental (científico), levando em conta os diferentes objetos de estudo. Tem-se a interrogação como instrumento para decifrar elementos imperceptíveis aos sentidos;

 

Científico: preocupa-se não só com os efeitos, mas principalmente com as causas e leis que o motivaram, esta nova percepção do conhecimento se deu de forma lenta e gradual, evoluindo de um conceito que era entendido como um sistema de proposições rigorosamente demonstradas e imutáveis, para um processo contínuo de construção, onde não existe o pronto e o definitivo. 

 

O Texto acadêmico: a resenha e o artigo em questão

 

A resenha: conceito, características e exigências

Construção de relações entre as propriedades de um determinado objeto, analisando-o, descrevendo-o e enumerando aspectos considerados relevantes. É um texto que serve para apresentar outro, desconhecido do leitor.


Resenha científica ou acadêmica: apresenta uma síntese e uma crítica sobre um trabalho científico e pode ser elaborada com base em leitura motivada por interesse próprio ou sob demanda.

Resenha Crítica é a apresentação do conteúdo de uma obra, acompanhada de uma avaliação crítica. Expõe-se claramente e com certos detalhes o conteúdo da obra para posteriormente desenvolver uma apreciação crítica do conteúdo.
 
Esse tipo de texto, em geral, é elaborado por um cientista que, além do conhecimento sobre o assunto, tem capacidade de juízo crítico. Também pode ser realizada por estudantes; nesse caso, como um exercício de compreensão e consiste na leitura, resumo e comentário crítico de um livro ou texto.

 

Finalidade da resenha: Informar o leitor, de maneira objetiva e cortês, sobre o assunto tratado no livro ou artigo, evidenciando a contribuição do autor: novas abordagens, novos conhecimentos, novas teorias. A resenha visa, portanto, a apresentar uma síntese das idéias fundamentais da obra.

O resenhista deve resumir o assunto e apontar as falhas e os erros de informação encontrados, sem entrar em muitos pormenores e, ao mesmo tempo, tecer elogios aos méritos da obra, desde que sinceros e ponderados.

 

Estrutura da resenha: Dados da obra, Dados do autor, Estrutura física/síntese, Análise e Recomendação.

 

 

O Artigo Científico: tipos relacionados ao curso de Letras

 

Artigos de revisão: avaliação crítica sistemática da literatura sobre determinado assunto, devendo conter conclusões. A organização do texto do artigo, com exceção da Introdução, Discussão e Conclusão, fica a critério do autor. 

 

Artigos especiais: são textos não classificáveis nas categorias acima, que o Conselho Editorial da revista julgue de especial relevância para as ciências da saúde ou ensino na área da saúde. Sua revisão admite critérios próprios, não havendo limite de tamanho ou exigências prévias quanto as referências bibliográficas.

 

O Artigo científico: conceito, características e exigências

Texto que apresenta resultados sucintos de um estudo realizado de acordo com um determinado método científico aceito por uma comunidade de pesquisadores. Considera-se científico o artigo que foi submetido a exame por outros cientistas, que verificam as informações, os métodos e a precisão lógico-metodológica das conclusões ou resultados obtidos.

 

É um estudo reduzido, mas completo quanto aos assuntos tratados. Relata informações e resultados de uma pesquisa de maneira clara e concisa. Constitui-se em instrumento de difusão de conhecimentos científicos a um determinado público.

 

Expressa pensamento pessoal ou argumentação de quem o elabora, apoiado em autores conceituados, com quem se concorda, discorda ou se tem divergência parcial. 

 

A linguagem para esse tipo de texto deve ser técnica, clara, simples e objetiva. Para que um artigo seja considerado bom, é necessário que apresente idéias com equilíbrio, unidade, originalidade e exatidão.

 

Finalidade do artigo:

  • Divulgar a produção do conhecimento, através de revisão de literatura e de resultados obtidos em pesquisas básicas ou aplicadas;

 

  • Apresentar partes de monografias, dissertações e teses ou resultados de pesquisas desenvolvidas em estudos de Iniciação científica;

 

  • Divulgar resultados obtidos em experimentos, a fim de corroborar para o desenvolvimento social;

 

  • Ampliar o leque de estudos sobre determinado objeto;

 

  • Dialogar com outros estudantes/pesquisadores/cientistas;

 

Estrutura do artigo

 

  • Resumo: deve ser breve e oferecer uma idéia clara do que será tratado;

 

  • Palavras-chave: entre 3 e 6, partindo da área do Conhecimento para o objeto e objetivos.
     
    ▪ Abstract: resumo em uma língua estrangeira, preferencialmente em inglês; 
    ▪ Introdução: apanhado geral do assunto, sem entrar muito em detalhes; apresentação do assunto, sua relevância, objetivos, questões norteadoras. Poucos parágrafos são o suficiente;
     
    ▪ Desenvolvimento: parte principal e mais extensa do trabalho, deve apresentar a fundamentação teórica, a metodologia, os resultados e a discussão, mesmo que o artigo se refira a uma pesquisa de campo;

    ▪ Conclusão: deve sintetizar as idéias do autor com clareza e objetividade;
     
    ▪ Referências: citar a origem de toda a literatura utilizada para o desenvolvimento do artigo, como qualquer outro material que, por ventura, tenha sido referenciado durante o trabalho. 

 

Bibliografia consultada

ABNT. NBR 6022: informação e documentação: artigo em publicação periódica científica impressa: apresentação. Rio de Janeiro, 2003. 5 p.

 

Andrade, Inêz Barcellos de e Miranda Lima, Maria Cristina Manual para elaboração e apresentação de trabalhos científicos: artigo científico. http://w3.ufsm.br/larp/media/manual.pdf

 

PORTELA, Girlene Lima.Resenha Acadêmica: o que é, como se faz.

http://www2.uefs.br:8081/girlene/verArtigo.php?idArtigo=19

 

SANTOS, Antonio Raimundo dos. Metodologia científica: a construção do conhecimento. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

 

 SANTOS, Izequeias Estevam. Métodos e técnicas de pesquisa científica. Rio de Janeiro: Impetus, 2001. 

 

Sites sugeridos

http://www.bu.ufsc.br/ArtigoCientifico.pdf

http://www.itecne.com.br/arquivos/metodologia/artigo.pdf

 

 

 


[1] Conteúdo dos slides da Palestra apresentada no evento de publicação da Revista Graduando, UEFS (2012)

Deixe seu comentário
Visual CAPTCHA
 
 

LINGUAGENS

  • No tempo das Borboletas (By Julia Alvarez)

    Narra, com riqueza de detalhes, o cotidiano de uma família e, principalmente das mulheres ...

    CONTINUE LENDO
  • Uma escola para a vida (by Muriel Spark)

    Apresenta uma concepção de relações afetivas, baseada em sentimentos ...

    CONTINUE LENDO
Interaja Conosco
 
Amor

William Shakespeare, Amor, Amizade

Belíssimo texto de William Shakespeare, que nos faz refletir sobre o Amor em suas variadas formas!

Álbuns
® Girlene Portela - 2019. Todos os direitos reservados. Bahia - Brasil Desenvolvido por Otavio Nascimento