Artigos

Olhares distantes no horizonte

11/05/2021 - Vitória Valdivino

Olhares distantes no horizonte de lá afora, noutro lado do mundo.

Posso sentir a vibração da tua voz, posso querer ver teus jeitos, tuas manias, tuas palavras que por pouco são ouvidas.
Coisas que eu poderia acompanhar a uma imensa distância e ainda assim gravar momentos, mesmo que sejam fúteis. Eu poderia sentir o calor do teu corpo junto ao Sol, poderia contar minhas histórias de um Carnaval de 1997, aquele em que eu nem sequer sonhava em nascer, pois foi muito antes da minha existência.
Olhares distantes, conectados no exato momento em que o mar caia, trazendo teorias sobre a Terra.

Olhares distantes no horizonte. Um horizonte que não existe e nem chega a ser distante!!!
          

Compartilhe
Deixe seu comentário